sexta-feira, 18 de maio de 2018

VENDA DE QUADRA E PARQUE PÚBLICOS É ALVO DE POLÊMICA EM ITUTINGA

Moradores do bairro Vila Residencial Cemig denunciam abandonado das áreas e questionam a venda dos locais públicos
Local que já foi sinônimo de pujança em Itutinga, após ser transferido pela Cemig para a prefeitura da cidade encontra-se totalmente abandonado pelo poder público

Um projeto de lei aprovado por 5 votos a favor na sessão do último dia 8, pela Câmara Municipal de Itutinga, no Sul de Minas, tem tirado o sossego dos moradores do bairro Vila Residencial Cemig. O Projeto de Lei (PL) 0010/2018, autoriza o Poder Executivo de Itutinga a alienar 4 bens imóveis no referido bairro.

Pelo PL, a prefeitura irá desafetar as áreas do "parquinho" e da quadra de futsal do bairro Vila Residencial Cemig e suas subsequentes alienações. Além disso, serão alienadas mais duas áreas, as quais, segundo justificativa apresentada pelo projeto de lei da prefeitura, se apresentam sem qualquer benfeitoria.

A Prefeitura de Itutinga alega falta de recursos financeiros para realizar uma ampliação física e melhorias na Unidade Municipal de Educação Infantil (UMEI) Monteiro Lobato e que, com os recursos arrecadados da alienação dos quatro bens imóveis, os valores acrrecadafos serão revertidos para ajudar nas ampliações e melhorias na unidade de educação infantil.

"Não estamos contra e nunca fomos contra a ampliação da creche. A própria população vem apresentando alternativas eficazes para a obtenção do dinheiro para esse fim, mas infelizmente há uma ideia fixa na destruição da quadra e do parquinho do bairro Cemig. Por isso estamos lutando, porque sabemos que na verdade  uma coisa não está dependendo da outra", desabafa uma moradora da Vila Residencial Cemig.


A Vila Residencial Cemig se tornou um bairro de Itutinga por meio da Lei 1006 de 18 de julho de 2003. Como contrapartida da transferência da área da antiga Vila Residencial para o município de Itutinga, a prefeitura recebeu 5 áreas da Cemig, sendo duas áreas livres, uma área com parquinho infantil, uma área com quadra de futsal e uma área considerada "área verde". 

De acordo com os moradores do bairro, a quadra e o parquinho, que são uma oportunidade de lazer para a cidade e para os moradores da região, encontra-se totalmente abandonada. Ainda segundo eles, curiosamente a prefeitura realiza a limpeza em outras regiões da cidade, menos neste local. Eles acreditam que há um interesse em sucatear a área. Os moradores mostram imagens que registram caminhões do município transportando entulhos de áreas que são limpas na cidade, menos nesta região da Vila Residencial Cemig.

Caminhão da Prefeitura de Itutinga realiza limpeza em regiões da cidade. Moradores afirma que serviço só não é feito nas áreas da Vila Residencial Cemig

Pela rede social Facebook, outra moradora do bairro expressou a sua indignação com a situação e disse que há uma intenção de passar a imagem de que os moradores do local são contra a ampliação e reforma da UMEI. 

"A estratégia dessa gestão é jogar a população de Itutinga, especialmente as mães e funcionários da educação, contra os moradores do bairro Cemig. Acontece que todos nós queremos a construção da creche e cobramos isso, mas basta correr o olho no projeto da prefeitura para ver que a venda dos espaços públicos de lazer não estão diretamente atrelados à verba para ampliação da creche que, aliás, nem pode passar por reformas neste momento", afirma.

"Os vereadores aprovaram o projeto chegando até avisar da votação final em tempo insuficiente para inscrição de fala do público na Câmara", destaca ainda a moradora pela rede social.

Morador do bairro realiza a limpeza da área pública, diante do descaso por parte da prefeitura da cidade

Limpeza
Cansados de esperar por providências por parte do poder público municipal para limpeza e manutenção das áreas, os próprios moradores do bairro Vila Residencial Cemig se engajaram na limpeza destas áreas públicas.

Outro lado
Sobre a tramitação do projeto de lei na Câmara Municipal e em relação as dificuldades de diálogo do Legislativo com os moradores do bairro, a redação do Blog O Corvo-Veloz entrou em contato com o presidente da Casa, vereador Moab de Ávila Nonato da Silva (PSDB).

Segundo ele, "o projeto tramitou na Câmara por 4 reuniões, mais de dois meses. A Câmara sempre deu espaço aos oradores inscritos para manifestar seus desejos, respeitando o Regimento Interno e sempre os moradores da Vila fizeram o uso da palavra. Tentei intermediar um acordo para não desafetar a área da quadra, mas os membros da Associação do bairro não aceitaram; esse acordo foi aceito pelo executivo".

Procurada pela reportagem, por e-mail, a Prefeitura de Itutinga ainda não se manifestou sobre o assunto.

Nenhum comentário: