quinta-feira, 1 de junho de 2017

LAVRAS É EXCLUÍDA DO PROGRAMA VOE MINAS GERAIS

Entre as cinco maiores do Sul de Minas, cidade é a única que passa a não contar com voos do projeto
  

Durou pouco. O município de Lavras, no Sul de Minas, foi excluído do programa Voe Minas Gerais, promovido pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). 

O programa foi lançado em agosto de 2016, na primeira fase ligando 12 cidades mineiras ao Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, na Pampulha, em Belo Horizonte.

Lavras foi incluída incluída na segunda fase do programa, em novembro do ano passado, quando o deputado estadual Fábio Cherem (PSD) era secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, cargo que o parlamentar, que é natural da cidade, deixou de ocupar no final de 2016.

Para que a cidade pudesse ter os voos, ela foi inserida na rota de Pouso Alegre para Belo Horizonte, sendo uma escala desse trajeto. O voo inaugural da linha Pouso Alegre-Belo Horizonte, foi realizado no dia 25 de novembro de 2016, com direito a grande destaque político na cidade de Lavras, que era escala do trajeto. 

Na ocasião, ao aterrizar e taxiar no Aeroporto Municipal de Lavras, a aeronave utilizada pelo Voe Minas Gerais, um Cessna Grand Caravan 208 B, recebeu um "batismo simbólico" do Corpo de Bombeiros local.

Posicionamento
A redação do Blog O Corvo-Veloz entrou em contato com a assessoria de comunicação da Codemig.

Em nota, enviada na tarde de hoje, 1º de junho, a Codemig destaca que "desde a inclusão da rota de Lavras à malha do Voe Minas Gerais, Projeto de Integração Regional – Modal Aéreo, em novembro de 2016, foram envidados todos os esforços para o sucesso da iniciativa no município. No entanto, por meio do acompanhamento sistemático e da análise dos resultados do projeto na região, verificamos que os voos da cidade apresentaram procura e ocupação insuficientes para manutenção do projeto na localidade".

"O Voe Minas Gerais é uma iniciativa inédita de fomento ao transporte aéreo regional e tem como fundamento a flexibilidade das rotas, que são criadas e adaptadas para responder às demandas de cada região, de maneira a garantir o atendimento e, ao mesmo tempo, a sustentabilidade do projeto. A Codemig poderá reavaliar o retorno dos voos do Voe Minas Gerais para Lavras em momento oportuno, desde que a demanda garanta a viabilidade do projeto", ressalta, na nota, a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Estado de Minas Gerais.

Sul de Minas
Entre as cinco maiores cidades do Sul de Minas, apenas Lavras, que é a quinta, passa a não contar com os voos do programa Voe Minas Gerais. Além de Pouso Alegre, Varginha e Passos, que já são atendidas pelo projeto, agora Poços de Caldas também foi incluída.

Voe Minas Gerais
O Voe Minas Gerais, Projeto de Integração Regional de Minas Gerais – Modal Aéreo (PIRMA) busca fomentar os negócios locais, desenvolver o turismo, integrar as diversas regiões do estado e facilitar o deslocamento de moradores do interior para Belo Horizonte, permitindo que tenham acesso rápido a eventos e serviços disponíveis na capital.  

Para Minas Gerais, que possui uma área total de quase 600 mil quilômetros quadrados, o investimento na regionalização por meio do transporte aéreo é estratégico para atender a meta de redução das desigualdades nos 17 territórios de desenvolvimento estabelecidos pelo Governo do Estado.

Segundo informações da ANAC, Minas Gerais conta com 86 aeródromos públicos. A administração, a manutenção e a exploração dos aeródromos públicos são atribuições da União. A Setop vem trabalhando em processos de delegação União-Estado, possibilitando investimentos do Governo estadual em reformas, melhorias e posterior delegação aos municípios ou empresas, para operação e manutenção.

Os voos são realizados em aeronaves Cessna Grand Caravan 208 B, que transportam até nove passageiros. O valor das passagens varia de R$ 100 a R$ 550, de acordo com a distância percorrida.

4 comentários:

Anônimo disse...

tava na cara gente que era propaganda véspera de eleição

Anônimo disse...

verdade faz coisas tirando onda pagando de gestor bom de serviço agora ns descobre a verdade

Anônimo disse...

O trabalho está de volta???????

Anônimo disse...

Alguém sabe se Lavras tem deputado estadual ???