terça-feira, 6 de setembro de 2016

QUEDA NO RANKING: FEDERAL DE LAVRAS DEIXA O GRUPO DAS 100 MELHORES UNIVERSIDADES DA AMÉRICA LATINA

Instituição também apresentou queda na posição no grupo dos BRICS
Universidade conseguiu se manter entre as 150 melhores do mundo na área de Ciências Agrárias e Florestais
Depois de figurar na lista das 100 melhores universidades da América Latina, de acordo com o QS Quacquarelli Symonds University Rankings de 2015, ocupando a 95ª posição, a Universidade Federal de Lavras (UFLA) caiu para 126ª posição neste ano.


O QS World University Ranking foi divulgado nesta segunda-feira, 5, pela Quacquarelli Symonds, organização britânica de pesquisa em educação, especializada em instituições de ensino superior. 

Criado em 2004, o ranking está entre os mais importantes do mundo e passou a fazer uma lista exclusiva para as melhores universidades da América Latina em 2011. 

A queda da UFLA neste ranking das instituições latino americanas, ficou abaixo até da colocação obtida pela instituição no ano de 2014. 

Naquele ano, a UFLA ocupou a 104ª colocação. A melhor pontuação obtida pela universidade na classificação latino americana foi em 2013, quando alcançou a 94ª classificação.

Já na classificação entre os BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), a Universidade Federal de Lavras também apresentou uma queda acentuada: 101ª posição em 2014; 111ª posição em 2015 e agora, 121ª posição (faixa 121-130) em 2016.

No QS World University Ranking by Subject, a universidade manteve a 101ª posição (faixa 101-150), obtida desde 2013, na categoria agricultura e floresta. Com isso, a UFLA se manteve entre as 150 melhores do mundo na área de Ciências Agrárias e Florestais.


As melhores no ranking geral
A Universidade de São Paulo (USP) subiu 23 posições e ficou em 120º lugar no ranking geral QS World University Ranking, após 2 anos consecutivos de quedas. 

Com isso, a instituição mantém o posto de melhor universidade brasileira. É a melhor posição alcançada pela universidade, desde que o ranking passou a ser divulgado, em 2010. 

Além da USP, entre as brasileiras, a segunda melhor posicionada no ranking geral foi a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na 191ª posição, seguida da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no 321º lugar.

Pelo quinto ano consecutivo, a melhor universidade do mundo, segundo o QS, é o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês). 

Além do ranking geral, a USP também se destacou em outras classificações publicadas pela QS em 2016. A USP manteve a liderança no QS Latin America, que avalia as melhores universidades da América Latina. 

No QS Brics, que classifica Universidades dos países que compõem o bloco (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), a USP ocupa a 10ª posição e é a melhor universidade brasileira colocada.

No QS World University Ranking by Subject, a universidade ficou entre as duzentas melhores do mundo em 38 das 42 áreas de concentração avaliadas. 

Os destaques foram as áreas de Odontologia (9ª posição), Agricultura e Silvicultura (26ª), Antropologia (34ª), Engenharia de Minérios e Minas (36ª), Arquitetura (37ª) e Ciência Veterinária (38ª).

Dez melhores universidades do mundo:
1º) Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT)
2º) Universidade Stanford
3º) Universidade Harvard
4º) Universidade de Cambridge
5º) Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech)
6º) Universidade Oxford
7º) Universidade College de Londres (UCL)
8º) Instituto de Tecnologia de Zurique
9º) Imperial College de Londres
10º) Universidade de Chicago

Em 2016, o QS World University avaliou mais de quatro mil universidades do mundo e classificou as 900 melhores instituições de acordo com seis indicadores: reputação acadêmica, reputação entre empregadores, proporção de professor para estudante, citações científicas, número de estudantes estrangeiros e corpo docente internacional.

A classificação exata é dada apenas até o 400º lugar. Após esse número, as instituições são pontuadas em faixas de posição.

Melhores universidades brasileiras do ranking geral:
120) Universidade de São Paulo (USP)
191) Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
321) Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
461-470) Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
501-550) Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)
501-550) Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp)
501-550) Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
501-550) Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)
551-600) Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
601-650) Universidade de Brasília (UnB)
651-700) Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

O QS Quacquarelli Symonds é organizado por um grupo britânico especializado em pesquisa e avaliações do desempenho de instituições de ensino.  

Ele é responsável pelo QS World University Rankings®, que avalia cerca de 600 universidades em todo o mundo e é extensamente utilizado como referência por atuais e futuros universitários, profissionais acadêmicos e governos.

O ranking completo e mais informações sobre a metodologia de avaliação podem ser conferidos no site da QS


Um comentário:

Open University disse...

loved reading your post. you view Open University Details from here.