sexta-feira, 20 de julho de 2018

SUI GENERIS LANÇA A COLEÇÃO "STREET ART"


A nova coleção da marca curitibana foi produzida em parceria com a Associação Contato, de Lavras
Os desenhos especiais feitos pelas crianças autistas da cidade de Lavras foram estampados nas costas dos casaquetos e em alguns modelos de camisa

Em uma viagem para o Chile, a empresária e designer de moda Elisa Serra Negra deparou-se com os diversos murais coloridos e cheios de identidade nas ruas de Santiago e Valparaíso. Encantada com a arte, Elisa começou a pensar em como a beleza dessas formas e desenhos poderiam fazer parte do visual de sua marca de roupas femininas: a Sui Generis Camisaria.


Enquanto desenvolvia a ideia, Elisa lembrou-se dos desenhos de seu sobrinho autista e como aqueles traços coloridos e abstratos poderiam estampar seus produtos. Inspirada na junção dos dois conceitos surgiu a coleção “Street Art” da Sui Generis Camisaria. 


“Ao invés de usar desenhos de grafiteiros, me lembrei dos desenhos de meu sobrinho, que é autista. Uma das atividades terapêuticas e ocupacionais de pessoas autistas é a arte, de forma abstrata ou não”, explica.

Dessa forma, a coleção conta com peças estampadas com desenhos feitos por crianças autistas que fazem parte da Associação Contato, da cidade de Lavras, no Sul de Minas. 5% do valor de cada peça será doado para a Associação Contato, que vai investir o dinheiro para melhorar o atendimento de centenas de crianças.

Estilista Elisa Serra Negra

A coleção “Street Art” traz camisas, blusas e casaquetos confeccionadas em algodão, charmeuse e bengaline, em tons suaves como rosa nude, off white e terrosos. Os desenhos especiais feitos pelas crianças autistas da cidade de Lavras foram estampados nas costas dos casaquetos e em alguns modelos de camisa.

As novas peças da grife já estão disponíveis e atendem mulheres que prezam pela qualidade e pelo design diferenciado. Os modelos são atemporais e versáteis, sendo que uma mesma peça pode ser usada no trabalho e também em ocasiões especiais. 

A Sui Generis trabalha com coleções cápsula e produção em menor escala. As vendas são realizadas pela internet com entrega em todo país e, também, pelo delivery de malinhas na região de Curitiba. Atualmente, a marca se prepara para a venda presencial em outras cidades do Estado do Paraná e Minas Gerais, por meio de consultoras de venda.

Parceria de sucesso
A Sui Generis Camisaria Feminina nasceu pelo desejo de fazer algo diferente e Elisa empenhou-se em trazer para sua empresa um projeto maior. 

Em 2015, a irmã de Elisa, juntamente com outras mães de autistas, resolveram criar uma associação para trazer uma reflexão social sobre o autismo e ajudar as famílias a lidar com a situação, na cidade de Lavras. 

“Atualmente, são 43 famílias associadas. Além de todo o suporte proporcionado, a associação promove diversas capacitações e eventos apropriados para autistas e suas famílias com o objetivo de buscar, junto à prefeitura da cidade, um atendimento especializado e de qualidade para pessoas autistas e promover a inclusão escolar”, comenta Elisa.

De acordo com Ana Regina Caminha Braga, psicopedagoga e especialista em educação especial, o autismo é uma condição de desordens complexas do desenvolvimento do cérebro, antes, durante ou logo após o nascimento que se caracterizam pela dificuldade na comunicação social e comportamentos repetitivos. 

“Existe uma série de atividades que estimulam o melhor convívio de uma criança autista. Com pintura ou desenhos, por exemplo, é possível trabalhar as questões de motricidade, espaço, lateralidade e também o uso criativo para a escolha espontânea das cores e dos desenhos”, explica a especialista.

Elisa explica que, ao idealizar a marca, sempre imaginou que ela deveria ir além de um segmento da moda, que tivesse um propósito. 


“Quero que as peças tenham uma história para contar. O diferencial da Sui Generis, além do vestuário, é  trazer questões como responsabilidade social, comércio justo e qualidade”, conclui a empreendedora.

Engenharia agrônoma e moda: combinação deu certo
Embalada pelo desejo de fazer algo diferente e, finalmente, encontrar a roupa ideal, a mineira Elisa Serra Negra, radicada na cidade de Curitiba, no Estado do Paraná, resolveu criar uma marca de camisas e blusas femininas.

Com a carreira de engenheira agrônoma consolidada, Elisa percebeu que queria algo mais, um novo desafio, a realização do sonho de empreender na área de moda.

Dessa forma, decidiu se preparar para que esse sonho saísse do papel e fosse realizado com excelência. Foi então que nasceu a Sui Generis Camisaria Feminina.

“Um dos motivos pelos quais optei por esse segmento é porque sempre tive dificuldades de encontrar principalmente camisas que me agradavam. Então, decidi fazer o curso de Design de Moda do Centro Europeu, em Curitiba (PR), que me deu o suporte necessário para lançar a marca”, comenta.

Durante o curso, a primeira coleção de camisas foi criada com o nome Sui Generis, que significa algo único, singular. “Assim deve ser também cada camisa”, completa.

Conciliando duas carreiras (agrônoma e designer de moda), Elisa lançou oficialmente a marca no ano de 2013.

Serviço
Mais informações pelo site www.suigeneriscamisaria.com.br, na página oficial da marca no Facebook (www.facebook.com/sgcamisaria) e Instagram (@suigeneriscamisaria) ou pelo telefone (41) 99677-9888.


TENOR TRICORDIANO GRAVA CD COM UM DOS MELHORES GRUPOS DE MÚSICA ERUDITA DO MUNDO


O tenor tricordiano Matheus Pompeu, de 30 anos, vai gravar em CD, uma versão italiana inédita da ópera polonesa “Halka”, de S. Moniuszko, com Europa Galante sob o comando de Fabio Biondi, considerados pela crítica especializada como um dos melhores grupos de música erudita em todo o mundo. 

Matheus substitui o famoso tenor francês Roberto Alagna na gravação do disco e toma parte no concerto do dia 24 de agosto, na Sala Witold Lutoslawski Concert Studio of Polish Radio.


O projeto faz parte do 14º Music Festival Warsaw, festival de verão que movimenta todos os anos a capital polonesa em torno do que há de melhor no mundo da música clássica. 

Uma grande festa de cultura e beleza que neste ano se reveste de um caráter especial por trazer a inédita versão italiana da obra fundadora da ópera nacional polonesa: Halka, um drama sobre poder, opressão, paixão e morte na Polônia do século XVIII. 

Matheus Pompeu interpreta o primeiro tenor da obra, o jovem montanhês Jontek, pobre e apaixonado por Halka desde a juventude, exprimindo-se através de temas folclóricos e melodias de grande força sentimental.

Natural de Três Corações, filho de Christine Naback e Antonio Henrique Pompeu, Matheus, que sempre contou com o apoio da avó Geni Naback, iniciou seus estudos musicais e vocais em Belo Horizonte e, em seguida, foi para São Paulo. 

Desde 2017 mora na Espanha, em Valencia, onde desenvolve relevantes projetos junto a destacados nomes da cena lírica internacional como Placido Domingo e Fabio Biondi. 

Certamente um dos jovens talentos do canto lírico brasileiro em franca ascensão internacional, Matheus já tem outros projetos em vista como a Petite Messe Solennelle, de Rossini, na prestigiosa abertura do Festival de Bremen, na Alemanha, também com Fabio Biondi e Europa Galante. 

No Brasil, entre 2013 e 2016, se apresentou nos principais palcos brasileiros antes de sua ida para a Europa. Esteve no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Theatro Municipal de São Paulo, Sala São Paulo e Palácio das Artes, em Belo Horizonte, em produções de óperas como “Il Guarany”, “La Traviata”, “La tragedie de Carmen” e “Lucia di Lammermoor”.

Europa Galante nasceu em 1990 a partir do desejo de seu diretor artístico de fundar um grupo instrumental italiano para explorar o grande repertório barroco e clássico com instrumentos de época. 

O grupo foi premiado em várias ocasiões e obteve sucesso absoluto de crítica, sendo presença constante nas principais salas de concertos do mundo: do Teatro alla Scala, de Milão, ao Suntory Hall de Tokyo, do Royal Albert Hall de Londres ao Lincon Center de Nova York. O grupo possui uma vastíssima discografia reconhecida como referência pelos mais elevados especialistas.

Para Matheus Pompeu participar desse projeto “é uma oportunidade preciosa para mergulhar na riqueza da alma polonesa presente na música de Moniuszko e poder registrar essas impressões com artistas do mais alto nível.

“De verdade, me sinto privilegiado por representar o meu Brasil nessa linda aventura e dar a minha contribuição neste registro que ficará para a posteridade”, diz. Matheus que inicia os trabalhos em Varsóvia no próximo dia 17 de agosto.

com assessoria

TCE RECEBE DEPUTADO DURVAL ÂNGELO


Após ser aprovada, pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), a indicação para ocupar o cargo de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), o deputado estadual Durval Ângelo (PT) foi recebido pelo presidente, conselheiro Cláudio Terrão, e pelos conselheiros Wanderley Ávila, José Alves Viana, Sebastião Helvecio e Hamilton Coelho para uma visita de cortesia.

Durval Ângelo vai ocupar a vaga que era preenchida pela conselheira Adriene Andrade, falecida em abril de 2018. O deputado foi indicado pelo governador do Estado, Fernando Pimentel (PT).

ACORDO ESTABELECE QUE CONDENADOS COM PENAS ATÉ 4 ANOS PODERÃO PRESTAR SERVIÇOS COMUNITÁRIOS


Pessoas condenadas a até quatro anos de prisão, que não tenham cometido crime com emprego de violência grave ou ameaça, e que tiverem suas penas privativas de liberdade substituídas por prestação de serviços à comunidade, também poderão prestá-los por meio de trabalhos de conservação do meio ambiente em Juiz de Fora, na Zona da Mata. 

O acordo foi estabelecido nessa terça-feira, 17, depois de uma reunião entre a Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, Secretaria de Meio Ambiente, Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb) e a Central de Penas Alternativas (Ceapa).

Entre os serviços comunitários, os condenados poderão prestar serviços junto às unidades de conservação municipais (parques, reservas biológicas), bem como junto às diversas praças da cidade, cuidando da limpeza dessas áreas, realizando atividades de prevenção a incêndios, tais como execução de aceiros (abertura na vegetação que atua como barreira para retardar ou impedir o progresso de incêndio florestal).

A prestação de serviços à comunidade mediante a execução de medidas que beneficiem o meio ambiente já vinha ocorrendo nas transações penais em Juiz de Fora, mediante proposta da Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente.

De acordo com o promotor de Justiça Alex Fernandes Santiago, “em razão do acordo, e com a intervenção da Promotora de Execução Penal, amplia-se o leque de possíveis prestações de serviço ambientais, uma vez que a transação penal somente se aplicava aos crimes ambientais com penas até dois anos”.

Ainda segundo Alex Santiago, “agora será possível a destinação para serviços ambientais de qualquer pessoa que venha a ser condenada a penas de até quatro anos, por qualquer crime que permita a substituição da pena privativa de liberdade por prestação de serviços”.

com assessoria do MPMG

ESPAÇO VIVER BEM INICIA ATIVIDADES EM AGOSTO

Com foco na atenção integral ao paciente, Unimed São Sebastião do Paraíso inaugura serviço inédito na cidade
Unimed São Sebastião do Paraíso 

A Unimed São Sebastião do Paraíso inaugura, no dia 3 de agosto, às 20 horas, o Espaço Viver Bem. O serviço vai oferecer ações de Promoção e Prevenção à Saúde, contando com uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, educador físico, fonoaudiólogos, psicólogos e terapeutas ocupacionais, que desenvolvem, sem custo adicional ao plano, cuidados personalizados. 

Um dos diferenciais deste espaço é o horário de funcionamento: de 7h às 21h, o que facilita o acesso para quem trabalham em horário comercial.

O Viver Bem terá ações de Promoção e Prevenção, tais como grupos de gerenciamento de crônicos, grupos de gestantes, além do projeto Idoso Bem Cuidado, que é uma evolução do ambulatório de geriatria, e do Projeto Movimento Consciente para autocuidados em saúde física e mental. 

Outro programa, ainda em fase piloto, é o Saúde no Trabalho, que vai verificar o perfil de saúde dos funcionários da Unimed São Sebastião do Paraíso. 

A ideia é que este projeto seja estendido às empresas clientes Unimed, oferecendo ações de promoção da saúde e incentivando a mudança do estilo de vida.

O presidente da Unimed São Sebastião do Paraíso, Matheus Colombaroli, explica que o Espaço Viver Bem tem como objetivo adequar a cooperativa ao modelo assistencial que prioriza a atenção integral e o atendimento humanizado aos clientes. 

“Em 2017, investimos para melhorar o atendimento aos clientes em tratamento de reabilitação, regulando os serviços prestados por especialistas e ampliando a oferta de ações de medicina preventiva. Então vislumbramos a possibilidade de ampliar nossos serviços, nos preparando para abrigar futuras instalações destinadas a ações de atenção primária à saúde. Hoje, acredito piamente que o futuro da nossa cooperativa passa por este novo modelo de Atenção Integral”, destaca.

Nesse sentido, a Unimed Federação Minas tem apresentado para todo o Estado o Projeto Mais, que propõe a reorganização do modelo assistencial para uma rede integrada de assistência ao paciente. 

Para o Assessor de Atenção à Saúde da Unimed Federação Minas, Guilherme Lobo da Silveira, a inauguração de mais este espaço de medicina preventiva no Estado reforça a reorientação para o novo modelo de assistência ao paciente, com base na atenção primária e focado na pessoa ao invés da doença. 

“Como uma cooperativa de médicos, nossa vocação principal é cuidar das pessoas. Essa é nossa essência e o que nos diferencia de outras empresas”, afirma Guilherme.

O Espaço Viver Bem da Unimed São Sebastião do Paraíso está localizado em um imóvel de 1.900 m², divididos em dois andares, com amplos espaços e locais para estacionamento e ampliações. 

A infraestrutura do local inclui oito consultórios, quatro salas de fisioterapia, salão para atendimento integrado, vestiários, auditório, ambiente interno e externo para realização de atividade física e sala para medicina preventiva.

Serviço
Espaço Viver Bem Unimed
Programas e atividades de atenção à saúde e prevenção
Endereço: Rua Noraldino Lima, nº 35, Vila Dalva
Horário de funcionamento: 7 às 21 horas