terça-feira, 25 de julho de 2017

IF SOLAR É CLASSIFICADO PARA A FINAL DO 21º CONCURSO INOVAÇÃO NO SETOR PÚBLICO

 
O Projeto IF Solar do Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS) foi classificado para a etapa final do 21º Concurso Inovação no Setor Público promovido pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) em todo o país.
 
O resultado foi divulgado nesta quinta-feira, 20 de julho (confira). O Comitê Gestor do concurso considerou válidas 160 iniciativas apresentadas por equipes de servidores das esferas federais e estaduais.
 
Nesta edição, foram contempladas inscrições em três categorias: duas para as instituições do Poder Executivo Federal, nas modalidades Processos ou Políticas e Serviços; e uma para os poderes Executivos Estaduais e Distrital, na modalidade Inovação em Processos Organizacionais, Serviços ou Políticas Públicas.
 
Para cada categoria, foram selecionadas 10 propostas que seguirão para a fase final. O IF Solar foi inscrito na categoria Inovação em serviços ou políticas públicas no Poder Executivo Federal e está entre os 10 classificados para a etapa presencial que ocorrerá no dia 15 de agosto em Brasília.
 
Esta fase é mediada por especialistas de notório saber nas áreas de inovação e gestão pública. Na ocasião, os classificados farão a apresentação oral dos projetos.
 
Cinco iniciativas de cada categoria serão escolhidas para receber a premiação. O IFSULDEMINAS é a única instituição fora do Distrito Federal classificada para a final na categoria disputada.

O concurso representa a valorização das iniciativas inovadoras implementadas no setor público. O IFSULDEMINAS têm se esforçado para implementar ações de sustentabilidade.
 
O diretor de Desenvolvimento Institucional do IFSULDEMINAS, Paulo Roberto Ceccon, responsável pela implantação do projeto, apresentará a iniciativa na etapa final, em Brasília.

As instituições premiadas receberão um troféu e o direito ao uso do Selo Inovação nos materiais de divulgação impressa ou eletrônica das iniciativas.
 
Também passarão a compor o Banco de Soluções e o Repositório Institucional da Enap e estarão automaticamente habilitados a participar de eventos organizados ou viabilizados pela Escola e eventuais parceiros, com o objetivo de valorizar, aprimorar e disseminar a inovação no setor público. Os integrantes da equipe executora receberão certificados individuais de premiação.

Projeto Inovador
A iniciativa do IFSULDEMINAS prevê a instalação de usinas geradoras de energia solar fotovoltaica com potência 70 Kwp para atender à demanda total ou parcial de energia elétrica de 82 unidades dos Institutos Federais de todo o Brasil.
 
São 20.172 painéis fotovoltaicos de 265 watts cada um, a capacidades de todas as usinas instaladas será de 5.470 Mwp, o que daria para atender uma cidade com mais de 16.000 habitantes, ou seja, a execução total do projeto seria capaz de gerar energia para 2.600 casas.
 
No Instituto Federal do Sul de Minas, as usinas fotovoltaicas já foram instaladas em todas as nove unidades.

Todas as 82 usinas licitadas somaram o investimento de aproximadamente R$ 41 milhões. Se buscar fontes alternativas de geração de energia tem sido uma dificuldade para a maioria das instituições, para o IFSULDEMINAS essa motivação se tornou um grande desafio que resultou em um projeto inovador e pioneiro com a proposta de unir sustentabilidade à economia de recursos financeiros.
 
A estimativa de economia anual para o IFSULDEMINAS fica em torno de R$ 570 mil. Com o investimento feito na implantação do sistema, em cerca de cinco anos, o Instituto deve recuperar o valor investido.

O reitor Marcelo Bregagnoli explicou que além de representar a atuação conjunta da rede, a aquisição das 82 usinas mostra à sociedade que os institutos federais têm o meio ambiente como ação prioritária, associada à importância educacional da iniciativa.
 
“Essa foi a maior compra via Regime Diferenciado de Contratações (RDC) realizada na Rede Federal, visando a economicidade e sustentabilidade das instituições no que se refere ao atendimento das necessidades energéticas. Essas usinas serão laboratórios para nossos discentes, visando potencializar a utilização de fontes renováveis para a geração de energia. Através desta ação inédita e pioneira, a Rede Federal efetiva a maior compra de usinas solares no serviço público federal.”

Conforme explicou o reitor, a modalidade de licitação utilizada foi o Regime Diferenciado de Contratações (RDC), que permite a aquisição do projeto e da obra.
 
Essa forma de contratação representa um avanço no modelo tradicional de licitações ao encurtar o tempo do processo e o custo dos projetos.
 

A economia
Na Reitoria do IFSULDEMINAS, a economia gerada pela implantação do projeto possibilitou, neste mês de julho, uma economia de 100%, ou seja, a energia produzida pelo sistema fotovoltaico foi suficiente para o consumo da unidade, zerando a conta de energia.

No Campus Passos, a estimativa é de que em um ano a economia será de aproximadamente R$ 100 mil na conta de energia elétrica. Antes da instalação das usinas, a despesa mensal de energia da unidade ficava em torno de R$ 10 mil mensais.
 
O Campus Pouso Alegre já está gerando metade da energia consumida no campus. O gasto com energia, na unidade, até então era de aproximadamente R$ 17 mil/mês.
 
No Campus Machado, a economia está em torno de 8 a 10 mil reais por mês, o que representa aproximadamente 25% do consumo total do campus.
 
com assessoria IFSULDEMINAS
 
 

GUAXUPÉ PAGA MAIS DE R$1,5 MILHÃO EM PRECATÓRIOS


O município está entre os poucos no Estado de Minas que está conseguindo efetuar o pagamento
 
Guaxupé, no Sul de Minas, efetuou o pagamento de R$1.525.720,44 ao Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais, no dia 20 de junho.
 
Os precatórios estão relacionados a dívidas antigas da Prefeitura com a Cohab, ações trabalhistas, desapropriações, entre outros. Algumas dívidas judiciais são de mais de 20 anos, como desapropriação do Hotel Cobra e regularização do bairro Parque dos Imigrantes.

“Estamos em dia com o pagamento dos precatórios da Prefeitura de Guaxupé junto ao TJMG. Isso nos dá a tranquilidade de termos nossas contas desbloqueadas e recebendo os fundos de participação normalmente. Caso não cumpríssemos com este pagamento, poderíamos ter o valor na conta sequestrado pelo Tribunal, além de bloqueio de repasses, o que causaria grande transtorno à Administração Pública”, explicou Lisiane Durante, procuradora-geral do Município.

De acordo com a assessora de gestão das Áreas Técnicas da Associação Mineira de Municípios (AMM), Vivian Bellezzia, “as Prefeituras têm arcado com uma série de obrigações financeiras e, em contrapartida, há uma diminuição dos repasses. Os orçamentos nunca estiveram tão apertados”, enfatiza.

Alessandro Batella, advogado que presta serviços à prefeitura de Guaxupé em Belo Horizonte, esteve pessoalmente no Tribunal de Justiça para comunicar o órgão judicial logo após o pagamento dos precatórios.
 
Em diálogo com o assessor do presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), Christian Higuchi, o mesmo ficou surpreso, pois, segundo o assessor, os municípios geralmente tem ido ao Tribunal para comunicar o não pagamento.
 
“O Dr. Christian ficou bastante surpreso com o pagamento feito pela Prefeitura de Guaxupé. Segundo ele, as Prefeituras tem procurado o TJMG para tentar negociar, parcelar e outras até mesmo para comunicar que não têm condições de efetuar o pagamento e assim regularizar a situação. Mas Guaxupé foi diferente”.
 
Em razão das contas em dia e um planejamento que vem sendo seguido a risca, o pagamento de mais de R$1,5 milhão foi possível, o que traz tranquilidade ao Município.

Segundo Bellezzia, algumas atitudes podem auxiliar as administrações municiais a enfrentarem essa situação:  “É preciso ter um planejamento mais efetivo. O município tem que pensar em como vai dispor seu orçamento, elencando as prioridades. Além disso, é importante arrecadar mais e melhor”.

PIMENTEL ENTREGA CAMINHÕES PARA COMBATE A INCÊNDIO E SALVAMENTOS AO CORPO DE BOMBEIROS

Seis unidades da corporação são contempladas, garantindo maior poder de atuação no interior do Estado
 
O governador Fernando Pimentel (PT) entregou na última sexta-feira, 21, no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, seis caminhões autobombas aos Comandos Operacionais do Corpo de Bombeiros Militar de seis municípios mineiros: Araxá (Território Triângulo Sul), Barbacena (Vertentes), Contagem (Metropolitano), Governador Valadares (Vale do Rio Doce), Montes Claros (Norte) e Varginha (Sul). O investimento para aquisição dos veículos foi de R$ 2,6 milhões.

A compra dos novos veículos, segundo o governador, faz parte de um projeto de ampliação da atuação do Corpo de Bombeiros no interior do Estado.
 
“Estamos fazendo um esforço grande para interiorizar o Corpo de Bombeiros. O nosso projeto é levarmos grupamentos dos Corpo de Bombeiros, menores do que um destacamento, para mais municípios. Esse veículo vai ser a base de um destacamento com 16 bombeiros, um veículo desse e mais uma viatura, caminhonete, que pode atender perfeitamente municípios de porte menor, de 30 mil, de 40 mil, até 50 mil habitantes. Esse é um jeito de a gente espalhar mais o Corpo de Bombeiros e chegar à nossa meta, que é interiorizar sem um gasto excessivo. Nós temos uma estrutura muito boa do Corpo de Bombeiros, mas ela é uma estrutura cara, precisamos multiplica-la de maneira a não onerar mais o Estado, mas ao mesmo tempo atender à população”, disse.

Para o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, coronel Cláudio Roberto de Souza, viaturas que já atendem os grupamentos das cidades contempladas na entrega desta sexta-feira serão redistribuídas para outros municípios.
 
“Nós temos um projeto de expansão com o apoio do Governo do Estado. Vamos abrir frações com menor número de militares, menos viaturas e, na medida do possível, integradas com o Samu. Municípios de menor porte receberão grupamentos de menor porte também, para que possamos expandir nossas ações aos mais longínquos municípios mineiros, onde haja demanda do Corpo de Bombeiros”, afirmou.

Com a entrega, o Governo de Minas Gerais garante maior poder de atuação do Corpo de Bombeiros no interior.
 
Os caminhões autobombas são veículos utilizados em operações que envolvam, principalmente, o combate a incêndios e salvamentos.
 
A viatura possui um tanque de aço inox com capacidade para armazenar até 4.500 litros de água e é equipado com canhão monitor, mangotinho e mangotes, além de compartimentos para acondicionar materiais de combate a incêndio e salvamento terrestre, aquático e em altura.

Também estiveram presentes os secretários de Estado de Governo, Odair Cunha (PT), e de Turismo, Ricardo Faria, além do deputado federal Reginaldo Lopes (PT), dos deputados estaduais Geisa Teixeira (PT) e Bosco (PTdoB), entre outras autoridades.

REGIONAL SUL DEFINE OS ÚLTIMOS CLASSIFICADOS PARA FASE ESTADUAL DOS JOGOS ESCOLARES

Competição, que será realizada em Uberaba, no Território Triângulo Sul, começa na próxima segunda-feira

A segunda fase dos Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg) chegou ao fim no último sábado, 22, com a conclusão da etapa Regional Sul.
 
Executada na cidade de Lavras, a competição contou com a participação de 137 escolas, de 77 municípios e definiu os classificados para a fase derradeira (Estadual) da competição, que é organizada pelas Secretarias de Estado de Esportes (Seesp) e Educação (SEE).

Agora, os classificados terão uma semana para se preparar para a disputa da etapa Estadual, que começa na próxima segunda-feira, 31, e vai até o dia 5 de agosto, em Uberaba, no Triângulo Mineiro.

Durante a última semana, Lavras foi palco de 294 partidas que definiram os classificados nas modalidades basquete, futsal, handebol, peteca, voleibol, voleibol de praia e xadrez, nos naipes masculino e feminino, divididos em dois módulos.
 
O módulo I consiste em participantes de 12 a 14 anos. O II, por sua vez, até 17 anos. Veja aqui todos os classificados da Regional Sul.

E uma das equipes que garantiu sua vaga para a última etapa do Jemg foi o time de futsal feminino da Escola Estadual Dulce Ferreira de Souza, de Passos, que conquistou o título do módulo II ao vencer na final a Escola Estadual Sanico Teles, de Santa Rita do Sapucaí, por 5 a 1.

Considerada uma das favoritas para ficar com o título estadual do Jemg, a equipe espera chegar forte a competição em Uberaba.
 
“Esta semana será muito corrida pra gente. Precisamos descansar um pouco e depois corrigir alguns erros que cometemos na disputa da Regional”, avalia Vicente Paula Campeiz, professor e técnico da equipe.

“Na etapa Estadual vamos enfrentar equipes mais qualificadas, como as das Escolas Estaduais Reny de Souza Lima, de Santa Luzia; Professor Nelson de Sena, de Governador Valadares; e Dom Lustosa, de Patrocínio. Mas temos totais condições de vencê-los para atingir nosso objetivo, que é o título do Jemg, para podermos representar Minas Gerais nos Jogos Escolares da Juventude”, conclui Vicente.

Além da Regional Sul, que foi executada em Lavras, outras cinco cidades-sede também receberam a segunda fase da maior competição escolar do país. Veja quem foram os classificados em cada uma das Regionais: Além Paraíba (Zona da Mata), Arcos (Centro), Caratinga (Vale do Aço), Ituiutaba (Triângulo) e Montes Claros (Norte).

Etapa Estadual
Última etapa do Jemg, a Estadual será executada entre os dias 31 de julho a 5 de agosto, em Uberaba. Nesta fase, também fazem parte os esportes paralímpicos: atletismo, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalball, judô, natação, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado. A modalidade de parabadminton acontece em caráter de demonstração. 

Os campeões da última fase do Jemg representam Minas Gerais nos Jogos Escolares da Juventude e Paralimpíadas Escolares, eventos realizados, respectivamente, pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Neste ano, o JEJ acontecerá em Curitiba (PR), de 12 a 21 de setembro, para alunos-atletas de 12 a 14 anos, e em Brasília (DF), de 16 a 25 de novembro, para aqueles que têm entre 15 e 17 anos. Já as Paralimpíadas Escolares serão realizadas em São Paulo (SP), de 20 a 25 de novembro.

Jemg
O Jemg, o maior e mais importante programa esportivo-educacional do Estado, é uma ferramenta pedagógica que valoriza a prática do desporto e a construção da cidadania de alunos-atletas entre 12 e 17 anos.

Realizado pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Esportes (Seesp), em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (SEE), o evento teve, neste ano, número recorde de cidades inscritas: foram 830. Ou seja, 97% dos municípios mineiros participaram das disputas.

WAGNER TISO E TUNAI TOCAM DIA 30 NA COMPOSIÇÃO FERROVIÁRIA EM POÇOS DE CALDAS

Dupla vai apresentar o show “Saudade da Elis”, em homenagem a Elis Regina

A próxima edição da Composição Ferroviária vai trazer a Poços dois grandes nomes na música popular brasileira, Tunai e Wagner Tiso. A dupla vai se apresentar na Estação Mogiana/Fepasa no próximo domingo, 30, a partir das 10h.

Cantor, compositor e violonista, Tunai e o maestro, arranjador, compositor e pianista Wagner Tiso vão subir juntos ao palco para apresentarem o show “Saudade da Elis”. Os dois farão uma homenagem a Elis Regina, uma das maiores cantoras da MPB de todos os tempos.

O repertório deve incluir “As Aparências Enganam”, do próprio Tunai, em parceria com Sérgio Natureza, “O Bêbado e a Equilibrista”, de João Bosco e Aldir Blanc, “O Trem Azul”, de Lô Borges e Ronaldo Bastos, “Maria, Maria”, de Milton Nascimento e Fernando Brant, entre várias outras.

O show é gratuito e terá abertura de Jéssica Rosado e Gabriel Carbonari, que vão apresentar o projeto Choro a Dois.